quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

A Bela da Tarde (Crítica: Bonequinha de Luxo / 1961)

Você não pode amar um selvagem, ele anseia pelo céu e, uma hora ou outra, te deixa.



Faltava um filme dela.

No ano em que Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany’s. EUA, 1961) comemora cinquenta anos, realmente não podia ficar faltando uma singela homenagem no Cinemática. Clássico dos clássicos, Bonequinha de Luxo figura entre os melhores filmes da década de 1960 e, sem dúvida, pode ser considerado o grande papel da carreira da belíssima Audrey Hepburn. Sim, na verdade, não foi por esse filme que Audrey conseguiu seu Oscar, ele veio bem antes com A Princesa e o Plebeu (1953), quando a atriz ainda engatinhava no mundo do Cinema. Mas, é com essa ode a mulher, que Audrey consegue mostrar tudo que é capaz de fazer: atuar com exímia qualidade, cantar, comover e fazer rir.

Para quem não sabe, inicialmente, o filme seria estrelado pela dama da década de 1960, Marilyn Monroe, que quando substituída por Audrey acabou criando-se uma inimizade pouco comentada entre as duas atrizes. A direção ficou por conta de Blake Edwards, mestre de comédias que beiram o tipo pastelão, mas que, mesmo assim, conseguem se configurar em ótimos filmes. Acredito que, além de Audrey, o grande mérito de Bonequinha de Luxo fica nas mãos de Edwards, que conseguiu transformar uma comédia romântica que tinha tudo pra ser fútil e piegas, numa verdadeira poesia que libera contornos de encantamento e inocência no mundo de uma bela mulher.

A história do filme é do célebre Truman Capote (que também já possui um ótimo filme biográfico). A obra de Capote é considerada um marco na literatura americana, assim como o filme se tornou um símbolo do cinema das terras de lá. Embora, Capote não tenha gostado da adaptação feita de sua obra, devido às grandes mudanças envolvendo o roteiro, o filme agradou em cheio tanto o público quanto a crítica especializada. Marilyn também havia sido cortada justamente por quererem transformar o filme numa coisa mais próxima a água e açúcar. Não quero nem pensar o que seria desse filme sem Audrey.



Audrey Hepburn
vai emprestar toda a sua elegância para Holly Golightly, uma jovem e linda mulher que vive em Nova York e espera num marido rico a grande chance de virar sua vida. Embora a personagem tenha sido bastante suavizada, pois no original ela continha traços de bissexualidade e promiscuidade (a realidade crua de Capote), a personagem do filme ainda se manteve como uma garota de programa, no caso, de luxo. Enquanto Holly impera no seu mundo sonhador, Paul Varjak (George Peppard) se muda para o apartamento do lado e logo os dois iniciam uma amizade. Ele é um escritor meio preguiçoso, sustentado por mulheres que o tem em troca, enquanto, Holly se mantém em sua saga.

O título do filme que traduzido literalmente seria algo como “Café da manhã na Tiffany’s” refere-se a grandiosa marca de jóias Tiffany’s, que é o lugar em que a personagem de Audrey procura esquecer dos problemas. Por mais que isso soe fútil, devemos tentar entender o mundo repleto de sonhos e inocência que rodeava Holly. Quando a amizade entre Holly e Paul (“Fred”) começa a se tornar mais intensa, tornando-se amor mútuo, a jovem se vê de frente com os seus próprios conceitos. Como ela abriria mão de sua liberdade por um amor? Ela iria agora viver dentro de uma gaiola novamente? Estaria, então, fadada a uma vida sem graça, repleta de amor, amor e amor?



A metáfora do nome do gato se constitui numa das mais belas jogadas do texto de Capote. Holly simplesmente chama o gato de “gato”. Segundo ela, o gato é como ela: não sabe quem é, não sabe qual sua função dentro do mundo, resta a ela viver de acordo com seus preceitos, assim como o gato. A história de amor entre Holly e Paul não é tão incomum. Paul é a válvula motorizada que vai impulsionar Holly a acreditar nessas coisas simples da vida. Holly ainda que tentada a vencer na vida, só se entrega a ele nos últimos três minutos de filme. Aliás a cena final é angustiante, desde as falas ao choro compulsivo e (acredite se quiser) contido de Holly.

Com um tema ainda que vanguardista: a mulher que quer casar por dinheiro e se tornar visível à custa do mesmo, a personagem tem suas aspirações. Holly não que ser uma dona de casa e viver em função do marido, em pleno ano de 1961 já é possível ver uma mulher em busca de sua autonomia sentimental, de sua existência em função de seus gostos e suas vontades. A cena em que você vê o tamanho grau de complexidade da personagem é muito doce. Sentada na sua janela com seu violão, Holly canta a belíssima “Moon River”, tomada pelo seu ar sonhador, pela sua beleza estonteante e pelo rapaz que espia a jovem com encantamento. Holly não é prendada aos afazeres domésticos, o apartamento vive virado de pernas para o ar, mas isso não impede a feminilidade da personagem,que é, talvez, a característica mais forte da personagem.



Se eu pudesse definir Hepburn em apenas uma palavra seria beleza. Não só a beleza física, mas a beleza da voz, a beleza da menina sapeca que pula de um sofá pro outro, que senta dentro da pia, a beleza da mulher em seu “pretinho básico”, a beleza de seus passos e a beleza de seu choro. Sem dúvida nenhuma, esse é o papel que transformou Audrey no mito que ela é hoje. É a consagração de uma atriz já consagrada. Audrey foi indicada ao Oscar pelo papel, mas perdeu pra Julie Andrews.



Bonequinha de Luxo não tem nada de muito surpreendente, o final é previsível (mesmo que se configure numa linda cena), alguns personagens são dispensáveis (como o vizinho oriental que aparece em mais cenas do que realmente é necessário). Mas, ainda assim, o filme é quase que impecável, irretocável, e tendo passado cinquenta anos, ele continua sendo obrigatório pra qualquer fã de cinema. Audrey falando em português gera tanto carinho pela atriz, que é impossível colocar em palavras. Aliás, eu só não perdoo Edwards e Capote, por não terem trazido Audrey para o Brasil, literalmente.

A classe e o charme dessa obra está definitivamente marcada na história de quem o assiste.

15 comentários:

  1. Texto muito bem feito sobre um clássico que não envelhece. Momento inspirado da Audrey, mas eu confesso que prefiro outros filmes dela, os que não são da fase "princesinha", tipo INFÂMIA... O PASSADO NÃO CONDENA...UM CLARÃO NAS TREVAS.
    Esses foram filmes significativos e que ela se mostrou bem versátil, procure e posta aqui, abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto muito de toda a filmografia da Audrey. Assim como gosto dessa fase mais "grande atriz" e não "super estrela", me permito gostar de Sabrina, A princesa e o Plebeu, e alguns outros tantos clássicos da genial atriz.

      Excluir
  2. ERRATA: O PASSADO NÃO PERDOA, eu quis dizer!

    ResponderExcluir
  3. Ηi! I cοuld have ѕworn I've visited this site before but after looking at some of the posts I realized it's new to mе.
    Nonetheless, I'm definitely delighted I discovered it and I'll be bookmarking іt and checkіng bacκ regularly!


    Review my pagе :: www.prweb.com/releases/silkn/sensepilreview/prweb10193901.htm

    ResponderExcluir
  4. Hеу! Do you uѕe Twіtter? I'd like to follow you if that would be okay. I'm
    definitely enjoying your blog and look fогward to neω updates.


    My wеblog ... e-racun.Hr

    ResponderExcluir
  5. You arе so сool! I do not ѕuppose I havе reaԁ through anуthing like this before.
    So great to find another person with unique thοughtѕ on this subjеct matter.
    Serіοusly.. thanks for starting this up.
    This websitе іѕ something thаt's needed on the web, someone with some originality!

    My web site :: v2 cigs reviews
    my web page :: http://www.sfgate.com/business/prweb/article/v2-cigs-review-Authentic-smoking-experience-or-4075176.php

    ResponderExcluir
  6. I lοved as much as you'll receive carried out right here. The sketch is attractive, your authored material stylish. nonetheless, you command get got an impatience over that you wish be delivering the following. unwell unquestionably come further formerly again since exactly the same nearly a lot often inside case you shield this increase.

    Here is my webpage: welovedthis.com

    ResponderExcluir
  7. Dіscount is opeгating аnd has already been verіfied to active.


    Also visit my webρаge green smoke coupon codes

    ResponderExcluir
  8. My brοtheг suggеsted I ωоuld pοssіbly like thіs ωeb sitе.
    Hе uѕed to be totally гіght. This submit truly made my dаy.

    You сan not cоnѕіder just how much time Ι hаd spent for this info!
    Thanks!

    Feel fгee to surf to my site ... socialclerks.com

    ResponderExcluir
  9. I'm really impressed with your writing skills as well as with the layout on your weblog. Is this a paid theme or did you modify it yourself? Either way keep up the nice quality writing, it's rare to see a nice
    blog lіke this one thеsе
    dаys.

    mу websitе :: Suggested Internet site

    ResponderExcluir
  10. Whаt's up friends, how is the whole thing, and what you desire to say concerning this article, in my view its actually remarkable in support of me.

    Also visit my web page - silkn sensepil reviews

    ResponderExcluir
  11. I needed to thank you fοг this fantaѕtic reаԁ!
    ! I аbsοlutеly loved еveгy lіttle bit of
    it. Ι have got you bookmaгked tо check οut new
    things уou pоst…

    Мy hοmeρаge ... v2 cigs

    ResponderExcluir
  12. Hellο! Do you know if they make аnу ρlugіns to
    asѕist ωith Ѕearch Engine Οptimizatіon?
    I'm trying to get my blog to rank for some targeted keywords but I'm nοt seeing very
    goоd ѕuccess. If you know of any ρlease share.
    Τhаnk you!

    Take a loоk аt my blоg pοѕt:
    1mandala.ning.com

    ResponderExcluir
  13. A v2 electronic cigarette is the most recent invention of electronic cigarettes to fill
    the industry. Most of these brands provide a disposable version of
    their solution that is much less pricey than a start off up package.
    Individuals who smoke method smoking from a couple of distinct points of view.
    Since of the addictive nature of smoking cigarettes, nonetheless, people have difficulty quitting even in
    the face of such overwhelming negative impacts that it can have on a individual's well being. The nicotine you get from your electronic cigarette is called E Liquid.

    my webpage: V2 cigs coupon November 2014

    ResponderExcluir
  14. Acupuncture - is utilized to encourage healing and ease soreness.
    The two use electrical pulses to do their career, but have
    different needs.

    Also visit my web page ... the flex mini reviews

    ResponderExcluir